Show simple item record

dc.contributor.advisorMeinerz, Carla Beatrizpt_BR
dc.contributor.authorVacca, Cassiano Migliapt_BR
dc.date.accessioned2023-07-10T10:27:38Zpt_BR
dc.date.issued2023pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/261904pt_BR
dc.description.abstractO presente Trabalho de Conclusão de Curso aborda o impacto do subcampo do Ensino da Sociologia Escolar na Educação para as Relações étnico-raciais. O contexto escolhido para o presente estudo foi uma Escola Pública da região serrana do Rio Grande do Sul. Os sujeitos participantes dessa pesquisa foram estudantes do 3º ano do Ensino Médio do respectivo educandário. O trabalho faz parte da conclusão da graduação em Licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O estudo partiu de uma problemática cotidiana, percebida no contexto escolar, em convívio com professores e estudantes: como e de que forma os discentes de Ensino Médio constroem suas percepções acerca das desigualdades raciais no Brasil a partir da disciplina de Sociologia? Tem como objetivo mapear e analisar, partindo do contexto das aulas de Sociologia, como ocorre o processo de construção crítica e ativa entre os discentes de Ensino Médio de temas sensíveis de sua realidade social, especificamente o caso das questões raciais. A pesquisa é qualitativa e apresenta como instrumentos metodológicos a observação direta e posterior registro em Diário de Campo, a aplicação de questionários on-line e a análise de conteúdo. Os questionários on-line foram aplicados em dois momentos distintos, no intervalo de tempo de um mês – neste espaço temporal, os alunos participaram de aulas de Sociologia envolvendo a temática das questões raciais. A intenção foi a de refletir sobre a relevância do Ensino de Sociologia ao se tratar da respectiva temática. Os resultados obtidos sinalizam que a Sociologia Escolar, devido ao seu peculiar processo de construção de conhecimentos que parte dos exercícios de estranhamento e desnaturalização para a promoção de uma imaginação sociológica, é fundamental no combate ao racismo e na compreensão e busca por uma sociedade mais justa e que se proponha a um diálogo multicultural de respeito e reconhecimento da alteridade. A partir da análise dos dados produzidos e sistematizados é possível perceber que há uma significativa alteração na forma como os estudantes passaram a interpretar seu contexto social no que tange às questões raciais.pt_BR
dc.description.abstractThe present Final Paper addresses the impact of the subfield of School Sociology Teaching on Education for Ethnic-Racial Relations. The context chosen for this study was a Public School in the mountainous region of Rio Grande do Sul. The subjects who participated in this research were students in their third year of high school. The work is part of the conclusion of the Social Sciences graduation course at the Universidade Federal do Rio Grande do Sul. The study started from a daily problem, perceived in the school context, in contact with teachers and students: how and in what way do high school students construct their perceptions about racial inequalities in Brazil based on the subject of Sociology? It aims to map and analyze, from the context of sociology classes, how the process of critical and active construction occurs among high school students about sensitive themes of their social reality, specifically the case of racial issues. The research is qualitative and presents as methodological tools direct observation and subsequent recording in a Field Journal, the application of online questionnaires and content analysis. The online questionnaires were applied in two different moments, in a time span of one month - in this time span, the students participated in Sociology classes involving the theme of racial issues. The intention was to reflect on the relevance of Sociology teaching when dealing with the respective theme. The results obtained indicate that School Sociology, due to its peculiar process of knowledge construction that starts from exercises of estrangement and denaturalization for the promotion of a sociological imagination, is fundamental in the combat against racism and in the understanding and search for a fairer society, which proposes a multicultural dialogue of respect and recognition of otherness. From the analysis of the data produced and systematized, it is possible to notice that there is a significant change in the way students began to interpret their social context regarding racial issues.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectCiências sociais : Ensinopt_BR
dc.subjectEducation of ethnic-racial relationsen
dc.subjectSociology teachingen
dc.subjectEducação das Relações Étnicos-Raciais (ERER)pt_BR
dc.subjectRacismen
dc.subjectRacismopt_BR
dc.subjectEducationen
dc.subjectEnsino médiopt_BR
dc.subjectHigh schoolen
dc.titleQuestões raciais e seus impactos na sociedade brasileira : contribuições do ensino da sociologiapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coBotezini, Natana Alvinapt_BR
dc.identifier.nrb001172628pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentCampus Litoral Nortept_BR
dc.degree.localTramandaí, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2023pt_BR
dc.degree.graduationCiências Sociais – Litoral Norte: Licenciaturapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record